Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

Chasque Campeiro

Não arranque um pedaço da querência
Não venda o rancho, alma viva do rincão
Abra a janela e olhe bem estas cochilhas
Elas são dádivas, para tua geração
Não siga o rastro de colonos que se foram
Pela estrada da ilusão da vida urbana
E hoje amargam injustiças e misérias
Arrinconados em casebres e choupanas


(Refrão)
Se num cenário entropilhado de promessas
O ruralista já até perdeu a crença
O fim da crise virá com a nova safra
É do tempo do império esta sentença


Empunha as armas defendendo com afinco
Estas paragens que abrigaram ancestrais
Monte teu pingo e reponte os desencantos
Replante os campos e racione os animais
Virá o día da colheita e da bonança
Mãos campesinas, então, serão premissas
E a redenção do campo chegará
Repontada por acordes de justiça


(Repete o Refrão 2x)


O fim da crise virá com a nova safra
É do tempo do império esta sentença.


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido