Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

É prosa demais, não tem cabimento discutí porque
Esse sentimento, esse pensamento que to enganando ocê
Que barbaridade, é muito ciúme que ocê tem de mim
Eu não dou motivo, não to te traindo, pra ficá assim


É da minha roupa, é do meu perfume, não me deixa em paz
É do meu trabáio, é do meu horáio, é do meu salário, não agüento mais
É da minha roupa, é do meu perfume, não me deixa em paz
É do meu trabáio, é do meu horáio, é do meu salário, não agüento mais


Sempre me pergunta onde é que eu fui, onde é que eu tava
Quando eu respondo ocê não acredita e já fica brava
Já faz muito tempo que nóis vive junto, faz uns par de ano
Pode confiá, pode acreditá, é só ocê que eu amo


Mas é da minha roupa, é do meu perfume, não me deixa em paz
É do meu trabáio, é do meu horáio, é do meu salário, não agüento mais
É da minha roupa, é do meu perfume, não me deixa em paz
É do meu trabáio, é do meu horáio, é do meu salário, não agüento mais


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido