Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

Filha de ninguém

Um copo de vinho e veneno
por engano de um tal destino
Com olhos vendados beberam
Os que trocaram carinho


Só assim encontraram remédio
que os fizesse de tudo esquecer
Pois souberam que eram irmãos
só depois de muito querer


Como poucos no mundo se amaram
Porque foi seu destino e sorte
Para não mais seguirem em pecado
decidiram um pacto de morte


Ã? culpado o pai desalmado
que jamais mereceu ser um homem
Por viver enganando mulheres
E negando a seus filhos um nome
Não entendo porque não se mata
para ser assim tão infame


Filha de ninguém eu nasci
Pelo tanto que tenho sofrido
eu quizera ter o sobrenome
nem que fosse de um homem perdido
Mas meu pai deve ser um covarde
dos muitos que ao mundo tem vindo


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido

publicidad