Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

Guerreiro de Atitude

Guerreiros são guerreiro palavras são palavras
Se perdem no tempo na mente da rapaziada
Bem consciente forte e sobrevivente
Guerreiros de atitude maluco chapa quente
Já ouviu falar num franco atirador, que extermina todo
O povo lutador
Eu me refiro ao desemprego que é o bandido
Que mata mais que o bin laden nos estados unidos
Eu falo sério pra quem quiser ouvir
A miséria mata mesmo, pra que eu vou mentir
Só não atinge quem está na classe alta, os play boy de
Terno e gravata
É difícil eu sei que a vida é dura
Vejo o meu povo sem emrego quanta tortura
Já estou cansado de ouvir promessas e
Promessas irmão sem cumprir.


Povo sofrido que apanha, vive na tristeza
A geladeira vazia sem comida na mesa
A nossa voz é uma arma pra nos defender
Guerreiros de atitude, forças pra vencer.


O crime é o crime nessa eu não me identifico
Se afaste das armas, escute bem o que eu digo
Não entre no embalo, não faça o que a justiça quer
Levar mais um pras garras de lúcifer
Nesse contexto periférico sua vida se define
A miséria faz um homem de bem entrar no crime
Como um regime crel e eterno
Nos deixa cada vez mais a um palmo do inferno
Será o destino de quem mora na favela
Ou será que o divino fechou portas e janelas
Povo sofrido que só conhece ador
Talvez esquecido pelo nosso criador
Com certeza é o regima sa sociedade
Roubou nossos direitos, tirou nossa liberdade
Nos privou da moradia, saúde e lazer
Emprego, justiça e vontade de viver.


Povo sofrido que apanha, vive na tristeza
A geladeira vazia sem comida na mesa
A nossa voz é uma arma pra nos defender
Guerreiros de atitude, forças pra vencer.


Cotidiano violento se junta a rebeldia
Não é um mar de rosas mauá periferia
Terrível pesadelo na quebrada, no santa rosa forma
Três de madrugada
Tá embaçado não dá pra confiar em mais niguém
O mundo tá virado você não sabe quem é quem
Tá sem controle a situação, eu quero saí daqui
Mas vou pra onde sangue bom
Minha mente está a milhão, meu barraco de madeira
Ficou soterrado na chuva de sxta-feira
Minha mulher tá reclamando, meu filho tá gripado
Nós três no alojamento do estado
Eu só queria uma vida normal
Uma casa com dois cômodos, e um cachorro no quintal
Será que é muito pro ser humano
Mesmo que for eu continuo sonhando
Não posso desistir, não vou me entregar
Odiabo está no jogo pronto pra ganhar
É difícil assimilar sua vida sedentária
Desde um pai de família, as vítimas da candelária
Mas deus está comigo sigo sempre firma
Lado a lado com o perigo, mas longe do crime
Não quero terminar como um indijente
Com um filho pra criar é melhor olhar pra frente
São várias tentações pro caminho errado
Onteim o mano foi, tava desacreditado
Infelizmente deu um desacerto
Tomou dois na cabeça e mais cinco no peito
Novelório choro e dor
Coitado do moleque nem aos dezoito chegou
O pai nessa hora se cala, fica mudo
É triste criar um filho e perder pro mundo
Mas fazero que se a vida é assim
Quando chega a minha hora nunguém vai morrer por mim
Um por todos e todos por eles mesmos
Quer nota de cem toma tiro a esmo


Povo sofrido que apanha, vive na tristeza
A geladeira vazia sem comida na mesa
A nossa voz é uma arma pra nos defender
Guerreiros de atitude, forças pra vencer.


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido