Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

João

E eu que era rei
Onde mais ninguém
Subia a ponte acima
Eu que já roubara
Minha riqueza pra ela dividir
Com ricos mais que eu
E eu que defendi
Nunca se acusar alguem
Que não se rendeu
Ao monstro invisível
Do Perdão
Ao sopro invencível
De em vão
Querer dizer não
Sem nem perceber
E não perceber


E eu que um da achei
Que somente sendo eu
Chegava e ainda além
Que bastava a luz
Da verdade prosperar
Pra então tudo acordar
Gira o mundo, e tudo junto em rotação
Mas aqui, aqu não
? lento, como o vagar de vagão
De mar , sertão
? nunca como um conto em ficção
Contradição ..de mão


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido