Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

Noite da Lisa

You know, mais uma viagem de moca, crime e flow.
I know, you know bro.
Sigam o homem.
Halloween, Portugal most wanted.


� bandidagem de santo adrião,
vadiagem, nos somos dois bandidos na mesma carruagem.
Eu não posso ir contigo até ao fim da viagem,
o old kriminal sai na proxima paragem.
Não há tempo pa sermos amigos, não ha tempo pa dizer adeus.
Dinheiro dividido, a gente nunca se conheceu.
Ã? a noite da lisa.
Abre os olhos carapinha,
o diabo muda de cara em cada esquina.
A nós ele não nos pega, a gente esquiva.
Não confies o teu terço com a replica de jesus.
�s vezes ele disfarça-se numa puta bonita com sida,
ás vezes num puto inocente homicida.
Mas bandido que é bandido, não espiga.
Fixa a tua cara e muda de esquina.
Deixa-te andar bad boy,
o mundo tornou-se um lugar pequeno pa nós dois.
Lembra-te G, aquí não há herois na cidade dos indios e cowboys.


Na noite da lisa
(eu sou um cão que corre)
Em cada esquina
(eu farejo a morte,
a minha, pouca sorte)


Gangstas rodaram, rolaram, atrás do meu nome,
mas nunca me pegaram até hoje. (x2)
Gangstas rodaram, rolaram, atrás do meu nome,
se um día eles me virem,


Nigga pow pow!
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)



Hoje vi a Lídia.
Nos fomos amantes um dia.
Estava tão kisada que não me reconhecia.
Vinha acompanhada com um cigano rufia,
um traficante de droga da Mouraria.
Ela era tao linda.
Oh, pobre Lídia.
Mas a noite levou a minha amiga.
Tinha a cara inchada nem a maquilhagem escondia,
disseram-me que o cigano lhe batia.
A Lídia é aquela menina que estica até quebrar,
ela gosta de brincar, até o nariz sangrar.
Receio que ela um día tenha o azar de encontrar,
o homem que vai lhe amar, até lhe matar.
There is no love.
Love.
A gente nasce, sobrevive e morre.
Nem a mulher que te amou lembra-se do teu nome.
A noite é um carrossel da morte, de gente alegre e bonita que sofre.


- Fuck! O bairro, está cheio de Babilones.
- Uns dreads esfaquearam dois camones,
- Boy, vou dar de fuga, controla os olhos.
- Eu tenho um bolso cheio de pacotes.


E tenho inimigos em todo lado que vou,
à uns que me apanharem acabou.
Niggas,
eu tou cansado.
Mas eu sou o número um deste jogo.
Gangstas, rappers e haters que duvidam do que eu sou,
tragam as vossas armas, let's go.
Até hoje todos os motherfuckers que me mexeram,
eu dei-lhes mais do que mereceram.
Não toques na bicicleta se não tens pedalada.
Eu até gosto da tua conversa mas cala-te.
Na noite que tu ouvires o uivar dos cães da kapa,
o cão que morde foi pra casa.



Na noite da lisa
(eu sou um cão que corre)
Em cada esquina
(eu farejo a morte,
a minha pouca sorte)


Gangstas rodaram, rolaram, atrás do meu nome,
mas nunca me pegaram até hoje. (x2)
Gangstas rodaram, rolaram, atrás do meu nome,
se um día eles me virem,


Nigga pow pow!
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)



Gangstas rodaram, rolaram, atrás do meu nome,
mas nunca me pegaram até hoje. (x2)
Gangstas rodaram, rolaram, atrás do meu nome,
se um día eles me virem,


Nigga pow pow!
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)
Nigga pow pow!
(Nigga pow pow!)


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido

publicidad