Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

Só Não Pode Andar Parado

Vamo fazar corrente, se unir
Independente daonde, do bairro que pertence
Pense se uma nova história nóis elabora
Andando parado, acorda! Se desenrola
Quanto tem? Mais de cem? Por dez multiplique
Bairro, morro, vila, rua, junta, simples


Ser alguém, porquê não hein!? Demorou! Hey
Sai do muro, tá escuro, vem pra cá vem!
Eu sei bem o que quero, num vou ficar no zero
Nóis e você, o elo, Deus sabe como
Luz do céu, brilho azul, corpo nu, sou mais um


Quero mais amor, o que eu quero tru, perfeito
Pra gente tem que ser desse jeito
Parceiro cansamos de sofrer
Não há limite pra você, não há limite pra ninguém
Não duvide, CA.GE.BE!
Falou de mim pra ti, fala de ti pra mim
Desabafou, faz bem, quero te ouvir
O homem renova a alma com a fé e acabou


Mais que tudo amar, como o mestre te amou
Magia, sonho tanto com esse dia
Nóis no bairro junto, comendo melhor
Imagina só, samba, rock, rap tocando, passear, forró
Ó tipo praia, sem frescura, água fria, sol, fruta
Ula ula, tio, tia, primo, prima, mãe, madrinha, pai, irmão, vizinho
Todo mundo unido! Bastante gente, fazer corrente
Vamos se reunir daqui pra frente
Sem perder tempo, agora garantir agora


Refrão
Talvez tem queira ajudar
Tu só precisa avançar
Viver sem medo de errar
Até o fim da estrada


É, com ajuda eu sei que muda é só confiar
De verdade, passo a passo quer tentar
Como o vento trás a brisa
Como as nuvens trazem chuva pra molhar


Eu sei que o medo às vezes congela nossas ações
E a amizade quando é de verdade nos trás outras direções
Vento sopra nos morro da norte, mas a madeira do barraco é forte


Lá, bem lá no extremo perdido
Onde no fundo o verdadeiro amigo que mata morre
Quem é que não sofre?
Que por alguém por vários dias não dorme
Mas reza, chora e não se apavora
É bom saber que chega a nossa hora
Juntos, sim, nossa volta por cima
Ser um moleque nesse jogo da vida
E já nem dá pra esperar
Se o tempo demora eu vou buscar
E ando, corro, nem penso demais
Sábio, louco, pra mim tanto faz
Medo, dúvida, já nem tenho mais
É meu parceiro, é na fé a gente traz


Lá do beco o sonho dos primos
Eu e você nesse longo caminho
Na ladeira mudando o distino
Não só seguindo, se é que tá escrito
Por um minuto, pensa bem, quanto tempo
Quem é de chegar, agora é o momento
Toda vila, todo beco, mó respeito
É a hora, fecha o cerco
Pelos cantos eu não canso de cantar


Cada canto, cada morro que eu vá
Nessa vida resumida entre palcos e rimas
Sol a pina, nossa missão que desafia
Tenta conseguir, esse é o trato
Só não pode querer andar parado
Tenta conseguir, esse é o trato
Só não pode querer andar parado


Refrão


Eu sei que o medo às vezes congela nossas ações
E a amizade quando é de verdade nos trás outras direções


Fuente: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 
  MusicaFusion.com   

Enlace para compartir:


Enlace HTML para tu website:


Reportar Contenido

publicidad