Entrar
(
Millones de Letras de canciones y videos
Millones de Letras de canciones y videos

Democracia Onde?

Eu morro de vez em quando
Recorro de quando em quando
Aqueles que percebem
O que a gente vem passando
Heróis que não se calam
Perante as ameaças
Que ocorreram no passado
E tranformaram-se em desgraça
Atos institucioanais virão e sem demora
Pra como antigamente escurecer a nossa aurora
Embora eu acredite que seremos mais fortes
Não será suficiente pra evitar novas mortes em vão
Ministros da guerra por terra da censura cassação
Levando o livre arbítrio a liberdade de expressão
O tempo que nos resta faça sua parte
Enquanto permaneço com a arte de esculachate
Não fugiremos não daqui não sairemos não
Por nossa terra e nossos direitos nós brigaremos
A luta pelo que nos falta é interminável
E a nossa voz ainda permanece irrevogável


De politica em politica (4x)


Democracia é o povo exercendo a soberania
Mentira não passa de sonho ou fantasia
Olha a sua volta os valores trocados
Tá tudo escancarado só não o nome dos culpados
Não acredite em tudo o que você lê
A midia sempre escolhe o que é relevante dizer
Favores pra pagar igual cabeças pra fazer
Negócio é sujo mais do que parece ser
Nada corrompe mais que o poder
Gente que eu admirava fez essa frase valer
Como é que pode ser pra mim não é normal
A cada esquina uma criança pedindo 1 real
Cada vez mais gente nas ruas
Onde o céu é o teto e a luz é a lua
Verso bonito mas olha o papel
Vive-la é que é o fel vive-la é que é cruel


De politica em politica (4x)


Fuente del lyric: www.musicafusion.com


  Esta canción               
  Este artista                 

Reportar Contenido
publicidad